Greves e questões de gênero: um panorama das paralisações motivadas por interesses da mulher ocorridas entre 1983 e 2011

Ubirajara de None Caputo, Laura Tereza Benevides, Luciana Pena Morgado, Thamires Cristina da Silva

Resumo


Este trabalho analisa as greves que envolvem questões relativas ao trabalho da mulher presentes no Sistema de Acompanhamento de Greves (SAG) do DIEESE. Foram selecionadas as greves motivadas por temas de interesse da mulher trabalhadora, quer seja reivindicando ou procurando expandir direitos, quer seja protestando ou defendendo condições já adquiridas, além das paralisações com expressiva participação de mulheres. A descrição das greves estudadas permitiu uma análise qualitativa das mobilizações a partir de um rol de temas agrupados por Equidade de Condições, Relações de Trabalho, Gestação e Cuidados com os Filhos(as). Os dados também foram analisados quantitativamente tomando-se por base os setores econômicos, as regiões geográficas e a distribuição dos movimentos grevistas no período de 1983 a 2011.

Texto completo:

PORT ENG

Referências


Bibliografia:

CHIES, Paula Viviane. Identidade de gênero e identidade profissional no campo de trabalho. Revista Estudos Feministas, Florianópolis, v. 18, n. 2, mai-ago 2010. Disponível em: .

Acesso em: jan. 2013.

CONSIDERA, Claudio Monteiro; DI SABBATO, Alberto; MELO, Hildete Pereira de. Os afazeres domésticos contam. Economia e Sociedade, Campinas, v. 16, n. 3, p. 435–454, dez. 2007.

DIEESE. Balanço das Greves em 2012. São Paulo: DIEESE, 2013. (Estudos e Pesquisas, n. 66). Disponível em: . Acesso em: mai. 2013.

IBGE. Mulher no mercado de trabalho: perguntas e respostas. Pesquisa mensal de emprego (PME), Rio de Janeiro, mar. 2012. Disponível em: Acesso em: jan. 2013

IPEA. Retrato das desigualdades de gênero e raça. 4. ed. Brasília – DF: IPEA, 2011.

MOREIRA, Marilda Maria da Silva. Assédio sexual feminino no mundo do trabalho: algumas considerações para reflexão. Serviço Social em Revista, Londrina, v. 4, n. 2, 2002. Disponível em: Acesso em: 07 jan. 2013.reflexão

MTE. Assédio Moral e Sexual no Trabalho. Brasília – DF, 2009. Disponível em: Acesso em: jan. 2013.

OIT. Negociação coletiva de trabalho e equidade de gênero e raça no Brasil. Brasília - DF: OIT, 2011. 146 p. Disponível em: Acesso em: 07 jan. 2013.

NORONHA, Eduardo G. Ciclo de greves, transição política e estabilização: Brasil, 1978-2007. Revista Lua Nova, São Paulo, 2009.

SANTANA, Marco Aurélio. O sindicalismo brasileiro nos anos 1980-2000:

do ressurgimento à reorientação. Revista da RET: Rede de Estudos do Trabalho, Rio de Janeiro, n. 8, 2011. Disponível em: Acesso em: 08 fev. 2013.

Referências Bibliográficas:

anos de retomada. Revista Alquimia: revista do Sindicato dos Químicos e Plásticos de São Paulo e Região, São Paulo, 2012. Edição histórica.

BRASIL. Decreto-lei nº 5.452, de 1 de maio de 1943. Disponível em: Acesso em: jan. 2013.

BRASIL. Decreto-lei nº 7.052, de 23 de dezembro de 2009. Disponível em:

Acesso em: jan. 2013.

BRASIL. Lei nº 11.770, de 09 de setembro de 2008. Disponível em:

Acesso em: jan. 2013.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 2319-0574