Ensino superior e trabalho na crise econômica: a inserção em ocupações não típicas

Leandro Horie, Cesar Augusto Andaku

Resumo


Este artigo tem por objetivo analisar a inserção dos trabalhadores com ensino superior, em ocupações consideradas típicas para esse nível de escolaridade, no mercado de trabalho brasileiro durante a recente crise econômica. Conclui-se que, apesar do aumento proporcional e absoluto do número de trabalhadores com ensino superior, entre 2014 e 2017, no contingente de ocupados, o acréscimo em ocupações típicas para essa escolaridade foi menor.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 2319-0574