A Previdência social brasileira: a negação dos direitos como política.

Camila Kimie Ugino

Resumo


Este artigo trata das reformas da previdência social como política de desmonte do sistema de Seguridade Social, sistema esse construído a partir das disputas em torno da redemocratização e concretizado na Constituição de 1988. Destacam-se a retirada dos direitos sociais e os principais riscos da proposta de reforma da previdência – PEC 6/2019. A experiência internacional das reformas de previdência apresenta piores condições em termos de proteção social.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 2319-0574