Migração e Mobilidade Social: revisitando a discussão a partir da Pnad 2014

Paula Montagner, Edna Taira, Paulo Januzzi

Resumo


A perspectiva de mobilidade social é um dos fatores importantes para explicação da migração de média e longa distância no Brasil Contemporâneo. Seja na ótica neoclássica de entender a migração como resposta a desequilíbrios regionais de oferta de empregos e renda, seja no paradigma histórico-estrutural de migração como decorrência de fatores de expulsão em regiões menos dinâmicas e vulneráveis, ou ainda na perspectiva da migração como um fenômeno sustentado pelas redes de sociabilidade, a direção e intensidade dos fluxos migratórios tem alguma relação com as possibilidades de inserção virtuosa no mercado de trabalho na área de destino . Essa é a hipótese de trabalho de que parte esse estudo, valendo-se de experiência anterior de análise da vinculação entre migração, dinâmica regional e mobilidade socioocupacional no Estado de São Paulo nos anos 1980 (JANNUZZI 2000). Nesse trabalho procura-se demonstrar que a migração continua sendo um “determinante” relevante da mobilidade social no país, viabilizando a inserção e/ou mobilidade socioocupacional para seus protagonistas.


Texto completo:

PDF

Referências


BAENINGER, Rosana. Migrações Internas no Brasil no século 21: evidências empíricas e desafios Conceituais In: CUNHA,J.M.P. Mobilidade espacial da população: desafíos teóricos e metodológicos para seu estudo. Nepo: Campinas, 2011,p.71-94.

BOUDON,R. & BOURRICAT,F. Dicionário crítico de Sociologia. São Paulo: Ática, 2001

JANNUZZI, P.M. Mobilidade social e migração no Brasil: revisão bibliográfica e elementos empíricos para análise. Revista Brasileira de Estudos de População, v.16, p.55 - 81, 1999.

_____________ Status socioeconômico das ocupações brasileiras: índices aproximativos para 1980, 1991 e anos de 1990. Revista Brasileira de Estatística. , v.61, p.47 - 74, 2000.

_____________ Migração e Mobilidade social : migrantes no mercado de trabalho paulista. Campinas, Autores Associados/FAPESP, 2000.

_____________ Mobilidade social no contexto de adversidades crescentes do mercado de trabalho brasileiro dos anos 1990. Economia e Sociedade, Campinas, v. 11, n. 2 (19), p. 255-278, jul./dez. 2002.

_____________ As ocupações brasileiras segundo a CBO 2002: caracterização empírica com base no Censo 2000. Revista da ABET (Online). , v.4, p.61 - 96, 2004.

PASTORE, J. Desigualdade e mobilidade social no Brasil. São Paulo: T.A. Queiroz/EDUSP,1979.

_____________ & VALLE SILVA, N. Mobilidade social no Brasil. São Paulo: Makron, 2000.

RIBEIRO, C. A. C. Quarenta Anos de Mobilidade Social no Brasil. Dados, n.

, p.641-679, 2012.

RIBEIRO, C. A. C. Mobilidade e estrutura de classes no Brasil Contemporâneo. Sociologias, Porto Alegre, ano 16, no 37, set/dez 2014, p. 178-217.

RIBEIRO, C.A.C. Tendências da desigualdade de oportunidades no Brasil: mobilidade social e estratificação educacional. Boletim Mercado de Trabalho IPEA, 62, abri. 2017.

VIGNOLI, J.R. ¿Que definiciones, que teorias, que fuentes y que metodologias precisamos para el studio de la migración interna en la actualidad? In: CUNHA,J.M.P. Mobilidade espacial da população: desafíos teóricos e metodológicos para seu estudo. Nepo: Campinas, 2011,p.45-70.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 2319-0574