A importância do uso dos EPIs: um estudo de caso numa cooperativa de reciclagem em Tangará da Serra – MT

Danielle da Silva Batista

Resumo


O presente artigo teve como objetivo evidenciar a importância do uso dos EPIs numa cooperativa de reciclagem com localização em Tangará da Serra – MT. O estudo teve como metodologia, pesquisa de caráter descritiva, com abordagem qualitativa e quanto a técnica de pesquisa foi um estudo de caso, onde foram utilizadas técnicas de observações sistemáticas, bem como entrevista semiestruturada para a coleta de informações. Constatou-se que, a cooperativa em estudo tem grande importância para a economia local, quanto à empregabilidade, e quanto ao processo de reciclagem tem sua relevância perante a redução de rejeitos que seriam descartados na natureza. Verificou-se alguns desafios, principalmente quanto ao cumprimento da Norma Regulamentadora NR-6 – Equipamento de Proteção Individual (EPI) por parte dos cooperados, visto que muitos não utilizam por inúmeros fatores, principalmente por não terem consciência da importância dos mesmos. Por fim, viabiliza-se, a utilização do mapa de riscos, como forma de informação e conscientização quanto ao uso adequado dos EPIs, bem como planejamento para ações preventivas.


Palavras-chave


Cooperativa; Cooperados; Reciclagem; EPIs; Conscientização

Texto completo:

PDF

Referências


BRASIL. Política Nacional de Resíduos Sólidos – LEI Nº 12.305, DE 2 DE AGOSTO DE 2010. http://www.planalto.gov.br/ccivil_03_ato2007-2010/2010/lei/12305.htm 2010 b. Acesso em: 03 de. Set. 2018.

BARSANO, Paulo Roberto. Segurança do trabalho para concursos públicos. 3. ed. São Paulo: Saraiva, 2015.

BARSANO, Paulo Roberto; BARBOSA, Rildo Pereira. Segurança do trabalho: guia prático e didático. 1. ed. São Paulo: Érica, 2012.

DAVIS, Mackenzie L; MASTEN, Susan J. Princípios de engenharia ambiental [recurso eletrônico]. 3. ed. Porto Alegre : AMGH, 2016.

FRAGA, Simone Carvalho Levorato. Reciclagem de materiais plásticos: aspectos técnicos, econômicos, ambientais e sociais. 1. ed. São Paulo: Érica, 2014.

GARCIA, Filipe Barbosa. Segurança e medicina do trabalho: legislação. 4. ed. rev., atual, e ampl. Rio de Janeiro: Forense; São Paulo: MÉTODO, 2012.

GIL, Antônio Carlos. Estudo de caso: Fundamentação científica. 1. ed. São Paulo: Atlas, 2009.

IBRAHIN, Francini Imene Dias; IBRAHIN, Fábio José; CANTUÁRIA, Eliane Ramos. Análise ambiental: gerenciamento de resíduos sólidos e tratamento de efluentes. 1. ed. São Paulo: Érica, 2015.

MARCONI, M. A; LAKATOS, E. M. Metodologia científica. 5. ed. São Paulo: Atlas, 2009.

MIHELCIC, James R.; ZIMMERMAN, Julie Beth. Engenharia ambiental: fundamentos, sustentabilidade e projeto. Rio de Janeiro: LTC, 2012.

NUNES, Flávio de Oliveira. Segurança e saúde no trabalho: esquematizada. 2. ed. rev., atual. e ampl. Rio de Janeiro: Forense; São Paulo: MÉTODO, 2014.

ROJAS, Pablo. Técnico em segurança do trabalho [recurso eletrônico]. Porto Alegre: Bookman, 2015.

TONETO JÚNIOR, Rudinei; SAIANI, Carlos César Sandejo; DOURADO, Juscelino. Resíduos sólidos no Brasil: oportunidades e desafios da lei federal no 12.305 (lei de resíduos sólidos). Barueri, SP: Minha Editora, 2014.

ZOCCHIO, Álvaro. Prática da prevenção de acidentes: ABC da segurança do trabalho. 7. ed. rev. e ampl. São Paulo: Atlas, 2002.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 2319-0574