Progresso Tecnológico, “Modernização” Trabalhista e Desenvolvimento para os Trabalhadores: quais e para quem são as possibilidades?

GABRIEL QUATROCHI CARVALHO, PEDRO VAZ DO NASCIMENTO ALMEIDA

Resumo


A proposta deste ensaio é a de refletirmos e nos conectarmos com as (im)possibilidades auguradas por John Maynard Keynes, no ano de 1930, e a chamada “Modernização” proposta recentemente para as relações trabalhistas no Brasil. Sem pretensão de respostas definitivas, questionamos a verdadeira liberdade proposta pelo autor e as práticas econômicas atuais. Sugerimos, por fim, a reflexão de que suas frustações advém aparentemente, tanto do curso da história da própria dinâmica econômica, quanto, em essência, de aspectos políticos e culturais, bem como sugerimos a impossibilidade da verdadeira liberdade proposta pelo autor se materializar nas relações sociais capitalistas.


Palavras-chave


modernização trabalhista; tecnologia e trabalho; jornada de trabalho; liberdade do problema econômico

Texto completo:

PDF

Referências


CASTRO, J. G. I. Flexibilización Laboral: um análisis de sus efectos sociales para el caso colombiano. Revista Equidad y Desarrollo n.1, 2003.

CHANG, H-J. Hamlet without the Prince of Denmark: How development has disappeared from today´s ‘development’ discourse. In: KHAN, S; CHRISTIANSEN, J. (eds.). Towards New Developmentalis. Market as a means rather than master. Londres e Nova York: Routledge, 2010.

FRACALANZA, P. S.; CORAZZA, R. I. Impossibilidades Econômicas para Nossos Netos. Revista da ABET, vol. 12, nº 2, 2013.

GRUPPI, L. Conceito de hegemonia em Gramsci. Tradução: Carlos Nelson Coutinho. Rio de Janeiro: Edições Graal, 1978.

GT REFOMA TRABALHISTA. Dossiê Reforma Trabalhista. Campinas: IE/Unicamp, 2017.

INSTITUT DE RECHERCHES ECONOMIQUES ET SOCIALES (Ires). Les Mutations de l’Emploi en France. Paris, La Découverte, 2005.

KEYNES, J. M. Economic Possibilities for our Grandchildren (1930). In: KEYNES, J. M. Essays on Persuasion. Cambridge: Cambridge University Press, 1978.

__________. Teoria Geral do Emprego, do Juro e do Dinheiro: inflação e deflação (1936). São Paulo: Abril Cultural, 1983.

MARINHO, R. Relatório da Comissão Especial destinada a proferir parecer ao projeto de lei n. 6.787/2016, de abril/2017.

MARX, K. O Capital. Crítica da Economia Política. O processo de produção do capital. Volume I. Livro Primeiro. Tomo 1. São Paulo: Editora Nova Cultural, 1985.

MARX, K. O Capital. Crítica da Economia Política. O processo de produção do capital. Tomo 2. São Paulo: Editora Nova Cultural, 1985a.

MÉSZÁROS, I. Para Além do Capital: rumo a uma teoria da transação. São Paulo: Boitempo, 2011.

__________. A Teoria da Alienação em Marx. São Paulo: Boitempo, 2006.

SKIDELSKY, E; SKIDELSKY, R. How Much is Enough? Money and the good life. New York: Other Press, 2012.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 2319-0574